Banner
 
   
 
 
Lam Si Fu
 
 
 
O Clube no GreenFest
Med. Trad. Chinesa no CETO
Workshop de Defesa Pessoal
Workshop de Qi Gong
 
Tradução
 
Damo: Conspiração da Ignorância

Muitos artistas marciais terão ouvido a história de Bodhidharma ou Damo. Na história, este monge indiano chegou à China, fazendo eventualmente à sua maneira o templo de Shaolin do Monte Songshan. Lá verificou que a condição física dos monges era pobre e por isso eram incapazes de se sentarem em meditação prolongado. Inicialmente ficou tão desgostoso que se retirou para uma caverna, onde ficou sentado em meditação durante nove anos. Então um monge chamado Hui Ke cortou o seu próprio braço para mostrar que tinha apreendido os ensinamentos mais profundos de Damo. Este concordou então ensinar os clássicos "Lavagem das Medulas" e "Mudança dos Músculos/Tendões", tal como os "18 Movimentos do Lohan", uma série dos exercícios que visam melhorar a habilidade dos monges para meditar. Muitos contadores da história adicionam que estes exercícios derivaram das rotinas marciais familiares a Damo da sua juventude, numa família de casta guerreira. Em todo o caso, a história conclui que estes exercícios fizeram florescer o Kung Fu de Shaolin e são consequentemente a raiz do Kung Fu. É uma boa história. É pena ser uma falsificação.

Esta história esteve sob o escrutino na China por um tempo muito longo, mas ficou inquestionada pela maior parte do Ocidente. Por exemplo, o livro de Tang Fan Sheng "Uma referência em Shaolin e Wudang", escrito em 1930, relata que esta fábula pode ser encontrada anteriormente numa única fonte: o prefácio por Li Jing do "Clássico da Lavagem das Medulas". Li Jing declara neste prefácio que o escreveu no decurso da dinastia Tang. O Sr. Tang nota que o Templo de Shaolin de facto exerceu uma grande atraccão para os literados, os quais escreveram muitos poemas e ensaios, que caracterizam o Templo durante esta época. Shaolin gozou de tal fama não somente porque conquistou o favor real, mas também porque era o manancial do Budismo Chan (Zen). Entretanto, a pesquisa do Sr. Tang encontrou muitas contradições e anacronismos.

Talvez a mais berrante contradição que o Sr. Tang aponta é a diferença entre os ensinamentos de Damo e aqueles que foram gravados nos clássicos. Enquanto Damo pregou e praticou um método da transmissão directa da iluminação, do coração e da alma no ensino do Chan, os clássicos estão cheios de cânticos e "contorções". Consequentemente, de acordo com o Sr. Tang, o teor é um anátema na alma de Damo e é difícil acreditar que qualquer um que vivesse na época de Damo ousaria passar por um disparate tão óbvio. Há exemplos ainda mais concretos que apontam directamente para a fraude da peça. Entre estes erros óbvios está o relato de Li Jing, de que Damo chegou ao reino de Wei durante o ano "Tai He" de Xiao Ming. De qualquer maneira, isto colocaria a chegada de Damo mais de 30 anos antes da fundação de Shaolin. Quem escreveu isto naquele tempo provavelmente não faria tal erro. Em segundo lugar, muito do texto parece ser copiado directamente do livro "Transmissão da Luz", um livro largamente alegórico, que descreve a iluminação do Chan, e que não foi escrito antes da dinastia Ming.

1 2 3
«« Voltar

 

Contactos
Morada:
Rua Professor Mota Pinto, Nº 6, Bairro do Pombal, 2780 - Oeiras
Telmóvel: 93 281 29 87
Fax: 21 443 80 05
e-mail: geral@clube-honglong.com
Serviços
:: Dança do Leão - Novo
:: Kung Fu Performance - Novo
:: CKFHL Entertainment - Novo
Formação
:: Aulas Teóricas
:: Seminários
Workshop
:: Qigong
:: Defesa Pessoal